Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Envelhecimento leva à perda gradual da visão e ao aparecimento de cataratas

Colocação de lente intraocular devolve capacidade.
Por Cristina Serra 9 de Abril de 2017 às 09:34
Os exames oftalmológicos são fundamentais para detetar algumas das anomalias da visão
Uma alimentação saudável, que inclua frutas, legumes e vegetais, ajuda a evitar a doença ou a travar a sua evolução, em especial nas pessoas seniores
As pessoas que veem mal devem evitar esforçar a vista sem óculos e ter uma boa luminosidade para ler
Praticar atividade física é essencial, mesmo para quem tem problemas visuais
Os exames oftalmológicos são fundamentais para detetar algumas das anomalias da visão
Uma alimentação saudável, que inclua frutas, legumes e vegetais, ajuda a evitar a doença ou a travar a sua evolução, em especial nas pessoas seniores
As pessoas que veem mal devem evitar esforçar a vista sem óculos e ter uma boa luminosidade para ler
Praticar atividade física é essencial, mesmo para quem tem problemas visuais
Os exames oftalmológicos são fundamentais para detetar algumas das anomalias da visão
Uma alimentação saudável, que inclua frutas, legumes e vegetais, ajuda a evitar a doença ou a travar a sua evolução, em especial nas pessoas seniores
As pessoas que veem mal devem evitar esforçar a vista sem óculos e ter uma boa luminosidade para ler
Praticar atividade física é essencial, mesmo para quem tem problemas visuais
A catarata é uma opacificação da lente natural do olho, chamada cristalino, que se encontra localizada atrás da íris (parte colorida do olho). O avanço da idade causa o envelhecimento do cristalino, tal como acontece com os restantes órgãos do corpo. O resultado é o aparecimento de catarata no olho, muito comum a partir dos 70 anos de idade.

"Todas as pessoas caminham para a opacidade porque envelhecem. Temos o envelhecimento da população e o aumento da esperança de vida que concorrem para que os problemas relacionados com a idade venham a prevalecer cada vez mais e a precisar de resposta", afirma Pedro Mouro, coordenador da Unidade Funcional de Oftalmologia do Hospital Dr. José de Almeida, em Cascais.

O único tratamento eficaz para a catarata é a cirurgia, na qual o cristalino é removido, por meio de ultrassons, através de uma pequena incisão e não com raios laser.

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Notícias Recomendadas