Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Como o exercício físico pode ajudar a tratar a depressão

Treinar regularmente é benéfico para a saúde física e mental: um novo estudo revela que o exercício físico funciona como antidepressivos nos adultos.
Por Inês Esteves 15 de Setembro de 2020 às 08:27
Como o exercício físico pode tratar a depressão
Como o exercício físico pode tratar a depressão FOTO: Unsplash

Já se sabe que a atividade física tem propriedades antidepressivas, como o estudo recente feito pelo BMC Public Health indica, este tem benefícios contra a depressão que abrangem a população no geral, de todas as faixas etárias.

Esta semana, saiu um novo estudo feito pela Universidade de Rutgers que continua a evidenciar a relação entre o exercício físico e os antidepressivos – este estudo conclui que exercício aeróbico (cardio) tem capacidades antidepressivas bastante eficazes entre adultos diagnosticados com depressão profunda. Estes resultados foram publicados no jornal Psychological Medicine.

Este estudo examinou como os indicadores cerebrais relacionados com a sensação de recompensa/felicidade do cérebro e controlo cognitivo podem ajudar a prever a probabilidade de se desenvolver uma depressão grave, ao beneficiar de oito semanas de exercício aeróbico moderado.

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Relacionadas
Notícias Recomendadas
Bem Estar e Nutrição

Mitos e verdades sobre a celulite

Numa era em que o ‘body shaming’ convive com o movimento ‘body positive’, a celulite continua a ser fonte de insegurança. Uma nutricionista explica o que fazer.