Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Esclerose tuberosa pode apresentar-se com aparecimento de tumores benignos

Especialistas estimam que doença afete um em cada seis mil bebés.
Por Cláudia Machado 27 de Maio de 2017 às 09:42
Cada caso apresenta sinais e consequências próprios
Manchas são mais claras do que a pele e têm um contorno definido
José Carlos Ferreira é médico de neurologia pediátrica
Micaela Rozenberg, Presidente da Associação de Esclerose Tuberosa
Ana, Matilde e o pai, Miguel Estiveira
Cada caso apresenta sinais e consequências próprios
Manchas são mais claras do que a pele e têm um contorno definido
José Carlos Ferreira é médico de neurologia pediátrica
Micaela Rozenberg, Presidente da Associação de Esclerose Tuberosa
Ana, Matilde e o pai, Miguel Estiveira
Cada caso apresenta sinais e consequências próprios
Manchas são mais claras do que a pele e têm um contorno definido
José Carlos Ferreira é médico de neurologia pediátrica
Micaela Rozenberg, Presidente da Associação de Esclerose Tuberosa
Ana, Matilde e o pai, Miguel Estiveira
A doença tem origem genética e "é conhecida há mais de 100 anos", apesar de ainda causar estranheza e dúvidas, mesmo na comunidade médica. Chama-se esclerose tuberosa e pode apresentar-se de várias formas, com o desenvolvimento de tumores benignos em múltiplos órgãos e o comprometimento das funções do cérebro em destaque.



Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Notícias Recomendadas