Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Estudo liderado por Maria Manuel Mota revela como parasitas da malária entram no fígado

O comunicado assinala que a descoberta "abre um novo caminho para estratégias antimaláricas profiláticas", permitindo "bloquear ou diminuir a infeção do fígado", onde os parasitas se multiplicam antes de regressarem à corrente sanguínea e infetarem os glóbulos vermelhos.
Por Lusa 9 de Novembro de 2020 às 14:08
Malária
Malária
Um estudo liderado pela cientista Maria Manuel Mota revela como os parasitas da malária entram nas células do fígado, fase inicial da infeção, uma descoberta que pode perspetivar novos medicamentos antimaláricos.

De acordo com o estudo, publicado na revista Nature Communications, os parasitas da malária segregam uma proteína, a 'EXP2', que "é necessária para a sua entrada nos hepatócitos" (células do fígado), refere em comunicado o Instituto de Medicina Molecular (IMM) João Lobo Antunes, em Lisboa, onde o trabalho foi conduzido.



Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Notícias Recomendadas