Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Fátima Lopes: “Cabe a nós mulheres, falarmos com orgulho da menopausa”

“Estou com a menopausa, e agora?”. De acordo com especialistas, esta é a questão que mais mulheres levantam quando se deparam com aquela nova fase das suas vidas. Em Mulheres sem Pausa, conversa-se acerca da Menopausa de forma descomprometida, sem receios ou preconceitos. Tal como deve ser.
Por Pureza Fleming/MÁXIMA 16 de Outubro de 2020 às 00:00

No âmbito do Dia Mundial da Menopausa, que se celebra no próximo 18 de outubro, a marca de dermocosmética, Vichy, reuniu, no passado dia oito, em Lisboa, vários especialistas de diferentes áreas da saúde — ginecologia, cardiologia, dermatologia, nutrição, sexologia e farmácia —, numa conferência multidisciplinar que teve como objetivo desmistificar a menopausa e o tabu associado a este período de grande relevância na vida da mulher.

Tendo como moderadora a apresentadora de televisão, Fátima Lopes, e contando com o apoio da Sociedade Portuguesa de Ginecologia, a conferência, Mulheres sem Pausa, foi transmitida em live streaming, para que todas as mulheres pudessem ter acesso à mesma. Naquela que foi a segunda edição de Mulheres Sem Pausa, a Vichy quis voltar a incentivar as mulheres a não pararem na menopausa. A não colocarem as suas vidas em pausa neste novo período das suas vidas — de acordo com a convidada, Fernanda Geraldes, ginecologista, "são cerca de dois milhões e meio as mulheres portuguesas na menopausa". Fátima Lopes foi mais longe, complementando o tema, logo no romper da conferência, com as seguintes palavras: "Aquilo que propomos aqui, e eu gosto muito disto, é [que as mulheres na menopausa sejam] mulheres sem pausa na vida. Mas, também, na carreira, na beleza, na sexualidade, na saúde e, porque não, mulheres sem pausa na felicidade". A apresentadora acrescentou ainda que era crucial que se falasse da menopausa "com naturalidade e com normalidade". E rematou: "Eu acho que cabe muito, a nós mulheres, falarmos com orgulho desta fase das nossas vidas. Com brilho, com energia e com alegria, porque isso também faz mudar a perspectiva que se tem da menopausa. A menopausa é uma etapa da vida, como outra qualquer". No palco desta conversa multidisciplinar, estiveram especialistas, tais como, a Presidente da Secção de Menopausa da Sociedade Portuguesa de ginecologia, Fernanda Geraldes, já referida acima, que deslindou acerca dos factores que influenciam o aparecimento da menopausa (geralmente aos 51 anos), entre outros assuntos; a dermatologista, Leonor Girão, que atestou o quanto era "brutal" o impacto da menopausa "ao nível da pele", tendo adiantado alguns conselhos de como colmatar esta realidade; Fernanda Geraldes, Presidente da Secção de Menopausa da Sociedade Portuguesa de Ginecologia, entre outros prestigiados nomes desta área, sem os quais a mesma não teria tido o cariz multidisciplinar que teve — essencial no contexto do tema da Menopausa. Aproveitámos a boleia desta conferência, e trocámos umas palavras com a apresentadora, Fátima Lopes.

Em que momento é que a Fátima entendeu que a sua menopausa estava a chegar. Algum sintoma — dos vários a que estão associados a esta — que tenha sobressaído?

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Relacionadas
Notícias Recomendadas
Bem Estar e Nutrição

Mitos e verdades sobre a celulite

Numa era em que o ‘body shaming’ convive com o movimento ‘body positive’, a celulite continua a ser fonte de insegurança. Uma nutricionista explica o que fazer.