Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Fraturas causadas pela osteoporose dão sinal tardio

Ausência de sintomas atrasa diagnóstico até à primeira lesão.
Por Miguel Balança 19 de Outubro de 2019 às 10:20
Envelhecimento
Caminhadas são um exercício físico recomendado pelos médicos aos doentes de osteoporose
Doenças
Envelhecimento
Caminhadas são um exercício físico recomendado pelos médicos aos doentes de osteoporose
Doenças
Envelhecimento
Caminhadas são um exercício físico recomendado pelos médicos aos doentes de osteoporose
Doenças
É uma doença de países ricos e que cresce - com elevados custos para o sistema público de saúde - ao ritmo que a população envelhece. Só em Portugal, a osteoporose provoca cerca de 40 mil novas fraturas por ano, das quais mais de 25% são na extremidade proximal do fémur, junto ao quadril, zona em que são mais gravosas. E os especialistas deixam o aviso: o volume de fraturas por fragilidade tende a aumentar drasticamente nas próximas décadas.

"Chamamos fraturas ósseas de fragilidade àquelas que acontecem após um traumatismo mínimo ou de baixo impacto: por exemplo, quando alguém, em casa ou na rua, vai a andar normalmente e sofre uma fratura após uma queda mínima", explica Helena Canhão, professora na NOVA Medical School e presidente eleita da Sociedade Portuguesa de Reumatologia (SPR).

A especialista, também responsável pela unidade de Reumatologia do Hospital Curry Cabral, em Lisboa, esclarece que a generalidade dos casos de rotura está relacionada com a perda de qualidade óssea: num quadro de osteoporose, o osso não consegue absorver a energia que resulta de um pequeno impacto, na maioria dos casos resultante de uma queda da própria altura, e acaba a quebrar. E, regularmente, só após a primeira fratura é diagnosticado.

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Relacionadas
Notícias Recomendadas
Bem Estar e Nutrição

Mitos e verdades sobre a celulite

Numa era em que o ‘body shaming’ convive com o movimento ‘body positive’, a celulite continua a ser fonte de insegurança. Uma nutricionista explica o que fazer.